Há um tempo os boletos foram enviados para os clientes, mas o pagamento ainda não foi efetuado e a empresa precisa receber o que é devido. Este cenário é comum a uma parcela significativa das empresas brasileiras e os números são bastante expressivos, já que, segundo dados da Serasa Experian, há cerca de 63,2 milhões de brasileiros com dívidas atrasadas, o que corresponde a 40,4% da população adulta do Brasil. O mesmo acontece com as micro e pequenas empresas, em um total de 5,3 milhões de empreendimentos com dívidas.

Mas, ante este tão cenário desafiador, como proceder para cobrar dívidas?

Antes de mais nada, os credores devem ter ciência de que existem regras para a realização das cobranças. Estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC), se não forem cumpridas, as empresas que ultrapassarem os limites podem sofrer medidas administrativas na forma de multa, cassação da licença e até suspensão das atividades. Além disso, não se pode submeter o devedor a constrangimentos, ameaças, coações e humilhações. Mas, como receber o montante devido sem correr riscos? A saída mais importante é o respeito e a tentativa de encontrar uma solução amigável e positiva para ambas as partes.

Se sua empresa sofre com um grande volume de inadimplência e seu departamento financeiro anda sobrecarregado, uma boa saída pode ser o BPO Financeiro. No escopo do trabalho estão incluídas todas as questões ligadas à gestão de pagamentos, faturamentos, emissão de relatórios, conciliação bancária e também as contas a receber, inclusive as cobranças. Esta, por sua vez, é uma das expertises da Plano Mais. Com o BPO Financeiro da Plano Mais, sua empresa economiza e você ganha + tranquilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *